Direitos e Deveres

Direitos

1 – Respeito pela Dignidade Humana

Nos serviços e atividades promovidas e desenvolvidas pela APSCDFA, cada cliente tem valor particular, sendo respeitado em todas as fases de intervenção.

O respeito pelo cliente exige da entidade a disponibilização de recursos físicos, materiais e humanos qualificados e acessíveis.

2 – Respeito pela diversidade cultural, étnica e ética

Na APSCDFA cada cliente deverá ver respeitados os seus valores culturais, éticos e étnicos, quer ao nível do relacionamento interpessoal, quer dos serviços a prestar.

3 - Informação sobre os serviços, programas e atividades

O Cliente tem o direito a ser informado, de forma acessível, sobre a diversidade dos serviços desenvolvidos na APSCDFA, condições de admissibilidade, programas, atividades, regulamentos de funcionamento e recursos disponíveis.

O Cliente tem direito à informação escrita e acessível sobre os serviços, programas e atividades em desenvolvimento na APSCDFA.

4- Participação no planeamento, desenvolvimento e avaliação

O cliente tem direito a participar nas fases de planeamento, desenvolvimento, avaliação de programas e atividades, utilizando os mecanismos e instrumentos disponíveis na APSCDFA.

O cliente tem o direito a avaliar a Qualidade dos serviços, programas e atividades, utilizando o sistema de sugestões e reclamações e participando nos mecanismos existentes na APSCDFA.

5- Confidencialidade de dados pessoais

O Cliente tem o direito à confidencialidade dos dados pessoais, informações significativas e ainda a ser informado sobre a finalidade dos dados pessoais que disponibiliza à APSCDFA.

A APSCDFA deve assegurar o respeito rigoroso pela confidencialidade dos dados pessoais, utilizando os mecanismos previstos na legislação específica.  

O Cliente tem direito a aceder à informação constante no processo individual, ressalvando as situações com impacto negativo na situação futura do cliente.

6 – Respeito pela privacidade

Na prestação de serviços de carácter pessoal e privado, o cliente tem o direito à privacidade e ao respeito pela sua dignidade.

7- Direito de Imagem

O cliente tem o direito à preservação da sua imagem, passada e atual, nos diferentes formatos. Só mediante consentimento prévio do cliente, na forma escrita, poderá a APSCDFA utilizar a sua imagem.

8 – Direito à Qualidade de Vida

O Cliente tem direito a ter serviços de qualidade que promovam o seu bem-estar e contribuam para a melhoria da sua qualidade de vida.

Deveres

1 – Dever de Informar

O cliente tem o dever de informar e disponibilizar informação relevante aos serviços e aos profissionais, para a conceção e desenvolvimento do programa de intervenção.

2 – Dever de Respeitar

O cliente tem o dever de respeitar os direitos dos outros clientes e de todos os colaboradores da organização

3 – Dever de Colaborar

O cliente tem o dever de colaborar com os profissionais das diversas áreas de intervenção, respeitando as orientações definidas com o seu consentimento.

4 – Dever de Cumprir

O cliente tem o dever de cumprir e respeitar as regras e regulamento de funcionamento dos serviços e atividades

5 – Dever de Utilizar

O cliente tem o dever de utilizar de forma adequada os espaços, equipamentos e materiais colocados à sua disposição para o desenvolvimento das atividades

6 – Dever de Participar

O cliente tem o dever de participar nos projetos e programas de sustentabilidade da organização, adotando atitudes de redução de custos e gastos desnecessários

7 – Dever de Sugerir

O cliente tem o dever de apresentar sugestões para a melhoria do funcionamento dos serviços e atividades.

8 – Dever de Divulgar

O cliente tem o dever de divulgar os serviços e atividades, de forma adequada e respeitadora da boa imagem da organização

 

Contatos

  • Avenida 25 de Abril, 6370-174 Fornos de Algodres
  • 271701335
  • 271701337
  • geral@apscdfa.pt

Resolução de Conflitos

Siga-nos no Facebook